Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

Segura a Onda: guia de iniciativas cidadãs para combate ao covid-19 é lançado

Segura a Onda – Juntos somos mais fortes: Plataforma reúne iniciativas cidadãs que trabalham para conter os impactos da pandemia do coronavírus no Brasil

Nas primeiras semanas desde os primeiros casos de contágio de coronavírus, uma série de iniciativas cidadãs de solidariedade surgiram espontaneamente para combater os impactos da pandemia. Em momentos de crise, a solidariedade e a criatividade aparece como resposta para soluções dos mais diversos problemas.

Pensando em consolidar uma plataforma que reúna, divulgue e multiplique essas iniciativas, um grupo de pessoas, empresas, instituições, empreendedores, organizações sociais, laboratórios cidadãos e voluntários criaram o Segura a Onda. Trata-se de uma plataforma colaborativa na qual é possível visualizar, adicionar e replicar as mais diferentes iniciativas de cidadania que já existem ou vão nascer.

O Segura a Onda funciona como um guia de iniciativas na qual qualquer pode adicionar iniciativas ou ações de sua cidade ou bairro nos seguintes temas: fontes confiáveis; informação confiável; cuidados; quarentena; educação; cultura; trabalho e renda; redes de consumo; ciência aberta; populações ameaçadas; redes de solidariedade; gênero; e moradia e aluguel.

Ou seja, qualquer iniciativa que ajude a frear a pandemia e os impactos do covid-19 pode ser divulgada no site. Desde vizinhos que se reúnem para ajudar os mais idosos, passando por redes de solidariedade, até informação segura e ciência aberta.

Para participar, o usuário deve registrar-se no site e seguir o manual de uso.  A plataforma funciona como fórum na qual o usuário pode adicionar as iniciativas e ações dentro dos tópicos. Existe uma equipe de moderadores voluntários que está acompanhando todas as postagens e filtrando o conteúdo.

A plataforma é baseada na tecnologia da plataforma espanhola Frena la Curva que também foi replicada na Colômbia, México, Costa Rica, França, Equador e Uruguai.

Uma rede de voluntários para trabalhando para o comum

Com a chegada da pandemia no Brasil, rapidamente uma rede de voluntários de diferentes estados do país juntaram-se para replicar a iniciativa no Brasil. O grupo entende que nesses momentos de crise a responsabilidade cidadã apresenta-se como alternativa para resolução de problemas complexos e as iniciativas cidadãs podem dar respostas rápidas e eficientes.

Cátia Kitahara, 46, designer de interface especialista em Word Press, conta que utilizou sua experiência profissional de mais de 10 anos para colocar o site em poucos dias no ar. “O site nada mais é que um fórum, como os sites de quando a internet ainda era aberta e livre, quando iniciativas como essa pipocavam e as pessoas se apropriavam mais das ferramentas ao invés de se submeterem aos formatos impostos pelas redes sociais que hoje “substituem” a internet”, comentou a designer.

Ela conta também que fazia tempo que não participava de uma iniciativa como essa, totalmente colaborativa e orgânica. Somos uma rede de pessoas que colocaram-se à disposição para trabalharem juntas sem nunca terem se conhecido. Uma equipe forte se criou rapidamente e logo começamos a trabalhar como se já nos conhecêssemos. Isso é muito bom porque dá um alento e torna a situação atual mais suportável”, disse Cátia Kitahara.

Acesse o site e faça parte dessa rede de colaboradores.

 

Ajude-nos a dar uma resposta coletiva pensando, sobretudo, naquelas parcelas de pessoas em piores condições nesse momento.

Postar um comentário

parceiros
Neste momento esta rede social é restrita