Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

As principais perguntas e respostas da segunda edição da Colaboradora – Empreender e Transformar

As inscrições para a segunda edição da Colaboradora – Empreender e Transformar estão abertas até domingo (10/5). A coordenação do projeto realizou uma série de alterações no cronograma e metodologia das atividades para criar soluções para os desafios impostos pelos impactos da pandemia do novo coronavírus no Brasil para o empreendedorismo de impacto social.

O principal desafio do projeto é refletir e criar propostas para o empreendedorismo periférico em tempos de crise. A atividade tornou-se ainda mais difícil e complicada com as imposições do isolamento social e o agravamento da crise econômica.

Por isso, a coordenação da Colaboradora – Empreender e Transformar criou um novo cronograma de atividades adequado à nova realidade, mas com caminhos que tornam possíveis a nossa existência. Nesses momentos difíceis, acreditamos que na força do empreender em rede e da colaboração.

Vamos juntos criar estratégias para ultrapassar as dificuldades e, dentro do possível, seguir transformando o mundo?

Para realizar a sua inscrição, clique aqui.

1- Quem pode participar?

Podem participar empreendedores freelancers, autônomos, ONGS, ativistas, criativos ou artistas desde que estejam a frente de um negócio criativo de impacto social com atuação na Baixada Santista. Os participantes devem ser maiores de 18 anos de idade.

2-Eu preciso ter um negócio aberto ou pode ser um projeto?

Os candidatos precisam possuir negócios em andamento, mas não necessariamente formalizados.  No entanto, é importante que o negocio já esteja ativo, ainda que nos estágios iniciais. Por exemplo, o candidato produz roupas, mas comercializou apenas para seu círculo de amigos e não em lojas.

3-A empresa precisa ser formalizada?

Não, os negócios não precisam estar constituídos juridicamente para participação.

4- Existe ajuda de custo para os participantes?

Não há nenhuma cobrança  pelos serviços ofertados pelo projeto; também não há remuneração prevista para os participantes selecionados.

5- É cobrada alguma taxa dos participantes?

Não, a participação é totalmente sem custo. .

6- Existe alguma entrega final para o projeto?

No decorrer do processo formativo, os participantes vão desenvolver o plano de negócios de seus empreendimentos. Este material deverá ser apresentado ao fim da formação.

7- Somente empreendedores moradores na Baixada Santista podem participar?

Os participantes precisam residir obrigatoriamente na Baixada Santista e o retorno social de seu negócio deve impactar esta região.

8 -Os participantes da Colaboradora podem receber outros recursos?

Sim. Os participantes podem buscar outros recursos para seus respectivos projetos e inclusive estimulamos que isso aconteça. Um dos objetivos deste programa é também que os participantes ampliem suas redes de contatos e parcerias.

9 -É necessário frequentar o LAB Procomum? Tenho que cumprir uma carga horária?

Não é necessário frequentar o LAB Procomum, o espaço estará fechado durante todo período de quarentena determinado pelos órgãos oficiais.

As oficinas serão realizadas duas vezes na semana, terça e quinta, com duas horas de duração cada. Além disso haverá encontros para trocas entre as participantes para o fortalecimento do grupo, sessões de mentoria e palestras.

A Colaboradora entende que cada participante tem suas obrigatoriedades e tarefas diárias, dificuldades e individualidades. Mas é importante destacar que para receber o certificado de participação, é necessário ter a frequência mínima em 70% das atividades obrigatórias. Não se esqueça de preencher no formulário sua disponibilidade.  Além disso, parte da proposta do projeto é que se crie uma rotina coletiva de trabalho, convívio e cuidado.

10 – Devo inscrever-me como empreendimento ou como pessoa?

A Colaboradora selecionará pessoas que sejam empreendedoras e não empreendimentos. Isso significa que as oficinas e mentorias  serão destinadas à empreendedora selecionada.   Durante a inscrição é importante ressaltar sua trajetória pessoal e profissional.

11- O que eu vou ganhar como participante da Colaboradora?

  • conteúdos, ferramentas e mentoria para criação de estratégias para manutenção de seu negócio em tempos de crise e planejamento para seu fortalecimento após o período de pandemia;
  • a uma formação voltada ao seu desenvolvimento pessoal e de seu empreendimento, com conteúdos que abrangem empreendedorismo social e criativo, economia colaborativa e áreas correlatas;
  • mentoria individual;
  • palestras com empreendedores de referência;

O projeto também ampliará sua rede de  contatos e outras experiências similares na baixada e fora dela. A ideia é criar um ecossistema de talentos e habilidades para fortalecer todos os participantes em colaboração.

12- Quais os Setores Criativos participantes?

Para efeitos desta chamada consideramos os seguintes setores: artesanato, festivais, museus, bibliotecas, artes visuais, música, teatro, dança, circo, ópera, editorial, literatura, turismo, audiovisual, design, moda, gastronomia, arquitetura, software, games e artes integradas.

13- Como posso confirmar que minha inscrição foi recebida?

Após o preenchimento do formulário, você receberá um e-mail de confirmação da inscrição, com uma cópia da ficha preenchida. Caso não receba o e-mail, recomendamos verificar a caixa de spam. Se ainda assim, não localizar o e-mail, sugerimos que refaça a inscrição, pois é possível que o e-mail preenchido na inscrição tenha sido digitado com erro e este será o principal meio de comunicação com os selecionados.

14- Qual o cronograma do projeto?

10 de maio –  Inscrições pelo site;

15 de maio – Divulgação dos selecionados na primeira etapa;

18 a 22 de maio – Realização das entrevistas com os candidatos pré-selecionados;

26 de maio – Divulgação do resultado final*;

Junho a outubro – Processo formativo;

Novembro – Evento de encerramento.

15- O conteúdo da formação levará em consideração a situação do empreendedor pós-pandemia?

Sim, o objetivo da Colaboradora é fortalecer os empreendedores criativos de impacto e nossa formação será ajustada de acordo com o contexto para que as iniciativas possam se desenvolver da melhor forma de acordo com o cenário em que elas se encontram.

16- As oficinas serão gravadas?

Não, apesar de ser realizada online, todas as atividades precisam ser acompanhadas em tempo real, já que um dos objetivos é estabelecer a interação.

17 – Há possibilidade das atividades passarem a ser presenciais, caso a quarentena acabe?

O programa da Colaboradora foi todo redesenhado para se adaptar às possibilidades apresentadas no momento das inscrições. Entendemos, realizar as formações de forma remota seja um requisito para a participação de alguns empreendedores, por isso, nossa previsão é de que todo o curso seja realizado online. Caso seja possível, no futuro, estudaremos a possibilidade de realizar visitas a espaços de referência e esperamos ainda poder realizar o evento de encerramento de forma presencial.

Postar um comentário

parceiros
Neste momento esta rede social é restrita