Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

Interconexões

Texto – Fê Gois
Leitura – Alê Almeida.
Sinto saudade do encontro sem hora marcada, de coabitar o espaço, no conforto dos silêncios. Gosto de temperaturas, bocejos e olhares vagos transando uma ideia.
O olho mecânico é um tradutor de luz?
Só a carne compartilha solidão?
e
Não sei se um olhar me atravessa pela tela. Gestos de um contato calculado, visão agora é tato, nada muda pro mercado do sofrimento espetacularmente invisibilizado.
O atraso é uma forma de resistência?
Dados são ração de robô?
e
Tenho apreço por trocar silêncios. É estranho conversar em frente ao espelho simultaneamente, mas estamos nos entendendo porque apesar de tudo dançamos, ficamos com vergonha ao falar sendo o próprio ator enredo palco e públicos.
Como compartilhar esperança?
Janela aberta = rede social?
Se,
O presente é tão grande, não nos afastemos
Não nos afastemos muito ¹
Posso ser tocado por suas palavras
tua imagem interior o sabor do teu sorriso
vamos fazer um filme por alguns minutos de silêncio
Quando me der adeus não desligue
Me deixe namorar sua despedida…
Postar um comentário

parceiros
Neste momento esta rede social é restrita