Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

#AColaboradora: Publicação discute papel da arte na crise

(DES)Fazenda: O Fim Do Mundo Como O Conhecemos foi um ciclo de conversas sobre artes e comunidades que aconteceu dentro da programação do Aproximações: Arte e o Comum, no encerramento das atividades da segunda edição da Colaboradora – Artes e Comunidades.

O Ciclo teve como referência pensamentos de artistas brasileiros como Ailton Krenak, Denise Ferreira da Silva, Eduardo Viveiros de Castro e Débora Danowski, cujas obras abordaram de diversas maneiras o conceito de fim do mundo.

Os participantes do ciclo de conversa foram convidados para para produzirem textos com reflexões sobre o tema. As produções foram compiladas na publicação que também leva o nome de (DES)Fazenda: O Fim Do Mundo Como O Conhecemos, que pode ser lida gratuitamente em sua versão online.

DOWNLOAD .PDF DOWNLOAD ENGLISH VERSION .PDF

Na publicação,  contém textos e reflexões de Taísa Machado (Afrofunk Rio), Gil Marçal (gestor de políticas públicas e produtor cultural),Gabriel Kieling (Coletivo Etinerâncias), Fabricio Lopez (artista plástico e diretor do ateliescola acaia), Fernando Hermógenes (educador social, agitador cultural, performer, artista e escritor), Julián Fuks (escritor e crítico literário), Lilith Cristina e Ariane Aparecida (ColetivA Ocupação), Thi Gresa (pessoa não binarie, artista, pesquisadore, professore de artes e orientadore de processos criativos), Marília Fernandes ( idealizadora do Brincar-Elas), Marina Guzzo (artista e pesquisadora das artes do corpo), Luciane Ramos Silva ( artista da dança, antropóloga e mediadora cultural), Luiz Antonio Simas ( escritor, professor, historiador, educador, compositor e babaaô); e prefácio de Rodrigo Savazoni (diretor do Instituto Procomum), Marina Paes (coordenadora da Colaboradora Artes e Comunidades) e pósfácio de Victor Sousa (coordenadora de comunicação do Instituto Procomum).

Clique aqui para ler a publicação.

Mais sobre o ciclo nos links:

(Des)Fazenda: O fim do mundo como o conhecemos

Para assistir ao ciclo no YouTube, acesse a lista de reprodução:

O ciclo de conversas também está disponível como podcast nas principais plataformas:

Mixcloud

Spotify


Leia gratuitamente em sua versão online.

Read the english version here.

Postar um comentário

parceiros
Neste momento esta rede social é restrita