Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

Comprovante de residência

 Lua de São Jorge.  Dilê, Guarujá 2021

Vivemos cercados, instruídos, ensinados, reposicionados, cada qual no seu lugar, cada qual na sua coisa. Evangelizados, alfabetizados ( até certo ponto ) temos sempre compromissos, temos trabalhos, tarefas, sentidos. A proteção aparente oferecida por esses sistemas e organizações que nos cercam é paga por nós através do reconhecimento que damos à sua autoridade, por organizarmos nossas vidas através de suas normas e, interiormente, através de suas teses, da falta de liberdade que cada pessoa vive em consequência da sua adaptação à sociedade, nasce uma outra.
Para tornar-se livre, quem ousaria? branco, preto e pobre não dão sorte… tipo um portador do vírus, magoado, esquecido, sem casa, sujo, inculto, quem ousaria? se igualar a todos e não ter ponto de vista.
Quem ousaria?
-Qual o endereço do seu espirito?
-Ele erra e acerta, não tem domicílio.

 

Postar um comentário

parceiros
Neste momento esta rede social é restrita