Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

LAISA FRANÇA

Laisa, vulgo Olho Vivo tem vinte e cinco anos e é artista independente, periférica. Autodidata, há vinte anos, sua principal ferramenta de expressão através da arte são os desenhos, colagens e artesanatos, os quais aprendeu a se interessar e desenvolver desde criança com o incentivo de sua avó, nordestina, costureira e artesã e sua mãe, mulher preta, periférica, mãe solo, costureira e poeta.

Aprendiz de artes visuais, artes plásticas, artesanato, palhaçaria, grafite, percussão e flauta transversal. Há oito anos começou a praticar grafite, arte com a qual sempre se identificou, por ter crescido na periferia, onde a cultura Hip Hop é muito presente.

Com características marcantes, em seus desenhos busca manifestar a visão marginal de uma artista pobre e criada no contexto de territórios periféricos, o Olho é sua marca característica e em todas as artes está presente. Suas pinturas, desenhos e grafites são versáteis, variando os estilos e técnicas, desde realismo até características psicodélicas: em suas artes é marcante a presença de cores vivas e/ou jogos de luz e sombra. Busca utilizar da arte como meio de sobrevivência e diálogo coletivo, defende o acesso à arte e cultura para todas as pessoas e acredita que ela é uma ferramenta de transformação social, assim como a educação, carrega consigo a experiência do grafite da rua, independente e autônomo.

Postar um comentário

Neste momento esta rede social é restrita