Estou com sorte 😉

Separamos este artigo para você!

Uma conversa com o banco comunitário Palmas no Grana.LAB; participe

Grana Lab convida:
Do Ceará para o mundo- bancos comunitários digitais e o futuro, o caso do Banco Palmas, no BrasilPara se inscrever e receber o link do zoom basta escrever para [email protected]

Este workshop será realizado em português e inglês e contará com tradução simultânea. A participação é gratuita.

No próximo dia 19 de outubro, terça-feira, nós do Instituto Procomum juntamente com o Supermarkt, na Alemanha, vamos receber a segunda conversa pública do projeto Grana.Lab. Na primeira conversa pública recebemos Stacco Troncoso, um dos fundadores da cooperativa DisCO.coop na Espanha. Neste encontro receberemos Joaquim Melo, fundador do Banco Palmas, um Banco Comunitário criado em 1998, no Conjunto Palmeira, um bairro popular de Fortaleza, Ceará, Brasil. Joaquim é também diretor do Instituto E-dinheiro Brasil, uma organização que, a partir dos aprendizados do Banco Palmas, funciona como uma fintech, coordenando a Rede de Bancos Digitais Solidários, com 48 bancos comunitários digitais associados em 17 estados do Brasil.

Na conversa Joaquim vai contar, a partir do caso do Banco Palmas, como a economia solidária se mantém inovadora e aponta caminhos para redução da desigualdade e circulação de dinheiro nas comunidades. Para Joaquim, as moedas sociais são uma maneira de enfrentar as desigualdades brasileiras.

A conversa com Joaquim faz parte de um processo que se iniciou em agosto de investigações e experimentações sobre o futuro do dinheiro e perspectivas democráticas de arranjos econômicos ao qual demos o nome de Grana.LAB. A parceria tem o suporte do Governo Alemão por meio do IFA, organização alemã que promove relações culturais internacionais.

Convidamos interessades em modelos econômicos alternativos, produtores culturais, construtores de comunidades, cooperativistas, solidários e pesquisadores para se juntar a nós nesta exploração compartilhada da abordagem dos Bancos Comunitários como um modelo de construção de organizações centradas na comunidade.

Postar um comentário

Neste momento esta rede social é restrita